BMW 328 Roadster é o veículo da marca mais esportivo dos anos 30

BMW 328 Roadster é o veículo da marca mais esportivo dos anos 30

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 28/10/2020

Com mais de 80 anos de história, o BMW 328 Roadster é o veículo da marca mais esportivo dos anos 30. Segundo a empresa, o modelo continua a fascinar o público com suas vitórias em competições automobilísticas e desempenho nas estradas desde sua apresentação na Corrida International Eifel Nurburgring, em 1936, até os dias de hoje.

Ainda a BMW explica que o esportivo foi projetado para ser o mais potente e refinado tanto nas pistas quanto nas estradas e teve fabricação até 1940, coma venda de 464 unidades. Com cerca de 200 unidades ainda operantes, o BMW 328 Roadster é hoje um dos itens de coleção mais cobiçados do mercado.

Receba nossas notícias pelo WhasApp, clique aqui e mande “Oi Frete”

Entre no nosso podcast

Acesse os vídeos no You Tube

O carro foi construído com um motor de 6 cilindros em linha de 2l e um design mais aerodinâmico, marcando uma era que tinha carros mais leves, mais rápidos e com maior aderência nas estradas. Com apenas 780 quilogramas, o 328 era capaz de desenvolver entre 80cv e 90cv a 4.500 rotações por minuto. Este desempenho superior nas pistas foi transferido com maestria para as estradas, tornando-o um dos modelos mais velozes da década de 1930, capaz de alcançar a velocidade máxima de 155 km/h.

O BMW 328 Roadster foi considerado um dos carros de corrida mais bem sucedidos na história da fabricante alemã, com mais de 200 vitórias registradas, as quais incluem as históricas conquistas no Mille Miglia, na Itália. Essas conquistas aumentaram a fama do veículo alemão e culminaram na criação de duas novas versões, a Touring Coupé e Kamm Coupé que apostavam ainda mais na redução de peso e aerodinâmica para alcançarem maiores potências.

Para lembrar como o veículo era potente, após 70 anos de sua estreia, os pilotos Giuliano Cane e Lucia Galliani conduziram uma versão Touring Coupé por inúmeras etapas da Millie Miglia e percorreram 1.600 quilômetros sem nenhum problema técnico. Mais um fato que complementa a história de sucesso de um clássico dos anos 30.