Câmera instalada no para-brisas do veículo pode evitar acidentes

Câmera instalada no para-brisas do veículo pode evitar acidentes

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 01/04/2020

Minimizando erro na condução, uma câmera instalada no para-brisas do veículo pode evitar acidentes. É o que propõe a Mobileye, um dispositivo com tecnologia israelense que funciona como um “terceiro olho” na condução de veículos, por meio de uma câmera e alertas visuais e sonoros. O aparelho também lê as placas de velocidade máxima, calcula distâncias entre veículos e prevê impactos antecipadamente.

Por meio de uma câmera instalada no para-brisa do carro, próxima do ponto de apoio do espelho retrovisor interno, o Mobileye consegue identificar formas, veículos e pedestres, além de texturas – como marcações de faixa e placas de sinalização de trânsito. Os dados internos e externos são interpretados em milésimos de segundos e o visor do Mobileye emite sinais de alerta ao calcular potenciais riscos, que podem ser: o impacto com outro veículo, o cruzamento de pedestres e ciclistas, ou ainda a saída do motorista das faixas que delimitam o sentido das estradas e rodovias.

Câmera instalada no para-brisas do veículo pode evitar acidentes

Ao receber o alerta, o motorista ganha um tempo de reação, para poder diminuir a velocidade, frear ou desviar do obstáculo. A tecnologia previne 90% das colisões decorrentes de falhas humanas que causam, anualmente, 1,5 milhão de mortes e deixam 50 milhões de feridos em estradas no mundo. Sem contar os custos com seguro e colisões corriqueiras do dia a dia.

A tecnologia para frotas inteligentes é utilizada pelas principais montadoras do mundo, como BMW, Audi, Volkswagen, Volvo, Nissan, Ford, Honda, General Motors, entre outras.

Câmera instalada no para-brisas do veículo pode evitar acidentes: para frotas

No Brasil, uma resolução de 2018 prevê isenção de imposto de importação para autopeças que não podem ser produzidas pela indústria nacional para instalação diretamente nas fabricantes de veículos. A legislação reduz o custo do dispositivo para as montadoras, mas o consumidor final ainda precisa pagar o equipamento com o imposto de importação embutido, o que dificulta a instalação em larga escala nos carros que circulam pelas ruas. Atualmente somam cerca de 58 milhões de automóveis.

O Mobileye, que custa em média R$ 4 mil para instalação, poderia ter o valor reduzido quase pela metade se a resolução valesse para todos os equipamentos e não apenas para aqueles instalados na fábrica.

“A redução do imposto pode garantir a instalação na frota já existente e não só nos modelos mais luxuosos que saem das fábricas com o equipamento. Os consumidores também ficam mais protegidos se mais veículos tiverem o equipamento instalado para evitar acidentes. Até mesmo os motoristas de aplicativos, como Uber e táxis teriam mais acesso, gerando uma maior segurança para os passageiros”, destaca Celso Gitelman, CEO da FFTech, representante oficial e exclusivo da Mobileye no Brasil.

O dispositivo também oferece uma versão direcionada para veículos de grande porte, como ônibus. O Mobileye Shield+ funciona por meio de sensores instalados na parte frontal e em pontos estratégicos do ônibus, cobrindo pontos cegos, e fornecendo avisos para a prevenção de colisões. Ao analisar situações multivariáveis e interagir com os motoristas, por meio de alertas, o sistema calcula ainda a distância mais segura para prevenir impactos.

Câmera instalada no para-brisas do veículo pode evitar acidentes

Onde encontrar:

FFTech (Distribuidor oficial no Brasil da Mobileye An Intel Company):

Endereço: Rua João Adolfo, 118 – 6º andar – São Paulo (SP)

Tel.: (11) 5085-5400

Site: www.fftechbr.com.br

Site Mobyleye / Autonomous Driving & ADAS (Advanced Driver Assistance Systems: www.mobileye.com