Coifas da junta homocinética requerem cuidados na instalação

Coifas da junta homocinética requerem cuidados na instalação

Posted by: admin
Em: 01/11/2017

Hits: 7

A fabricante de autopeças Nakata Automotiva aconselha: as coifas da junta homocinética requerem cuidados na instalação. “Após montar a coifa  na junta homocinética, é preciso colocar as abraçadeiras, fechando sempre com o alicate adequado”, afirma Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata.

Ele explica que, primeiro, é necessário inserir, a abraçadeira maior, denominada tipo ponte, e fechar em forma de “T” com o alicate especial, que faz pressão nas laterais e na parte superior da abraçadeira. “Se não utilizar o alicate adequado é arriscado quebrar a abraçadeira ou até mesmo escapar em funcionamento”, adverte.

Segundo Silva, antes de colocar a abraçadeira menor, é necessário deixar um entrar pouco de ar na coifa. O fechamento da abraçadeira menor também é tipo ponte, e feita com o mesmo alicate.

Ele esclarece que usando uma turquesa, por exemplo, poderia formar uma ponta na abraçadeira bem no fechamento, essa ponta pode tocar em algum componente da suspensão e, consequentemente, soltá-la,  em funcionamento. “Perdeu as abraçadeiras, a coifa vai se desprender permitindo entrada de contaminantes. Se a graxa estiver contaminada com qualquer tipo de sujeira, como terra e água, as pistas de trabalho sofrerão desgaste, criando marcas profundas que gerarão ruídos”, explica.

Para o bom desempenho da peça, o reparador deve usar o torque correto na fixação da porca, a lubrificação certa, com a graxa que acompanha o kit Nakata e fixar as braçadeiras adequadamente, se a coifa for mal instalada e não usar a ferramenta especial,  as abraçadeiras podem escapar e perder a eficiência de vedação, contaminando a peça. Se ocorrer o desgaste das pistas por abrasão, a peça terá que ser substituída por uma nova.

Há mais de 60 anos no Brasil, a Nakata Automotiva possui fábrica em Diadema, sede administrativa e centro de tecnologia e desenvolvimento em Osasco e dois centros de distribuição em Extrema-MG e Santo André –SP e exporta para mais de 20 países das Américas, Europa, Ásia e Oceania.