Fórmula E retorna para final da temporada em corrida na Alemanha  

Fórmula E retorna para final da temporada em corrida na Alemanha  

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 07/08/2020

Campeonato de carros elétricos, a Fórmula E retorna para final da temporada em corrida na Alemanha. Segundo informativo, foram 158 dias de ausência, até que o Campeonato ABB FIA Fórmula E tivesse novas provas para a decisão mais intensa da história do automobilismo, com seis corridas em nove dias para determinar o campeão da sexta temporada. Os brasileiros Felipe Massa, Sérgio Sette Câmara e Lucas Di Grassi participam das provas.

As corridas serão exibidas ao vivo nos canais Fox Sports a partir das 13h30 nos dias 5 e 6 (1ª rodada), 8 e 9 (2ª rodada) e 12 e 13 de agosto (rodada final). O treino classificatório também será transmitido ao vivo nos mesmos canais às 09h (Horário de Brasília) nos dias de cada corrida.

Receba nossas notícias pelo WhasApp, clique aqui e mande “Oi Frete”

Entre no nosso podcast

A categoria retorna com uma mensagem importante de inclusão e o compromisso de criar um futuro melhor através das corridas e da campanha #PositivelyCharged. A Mercedes-Benz EQ competirá com um layout totalmente preto em uma declaração contra o racismo e a discriminação.

A Fórmula E é famosa por sua imprevisibilidade, pois todas as cinco corridas até agora nesta temporada foram vencidas por um piloto diferente, seguindo um caminho semelhante ao campeonato anterior onde foram nove vencedores distintos – e com seis eprix em nove dias, literalmente, todos ainda possuem chances de se tornar o campeão.

O português Antonio Felix da Costa, da DS TECHEETAH, está no topo da tabela com 67 pontos, seguido pelo neozelandês Mitch Evans, da Panasonic Jaguar Racing, onze pontos atrás, mas todos os seis primeiros estão dentro de uma diferença de 30 pontos, justamente a quantidade máxima de pontos possíveis de serem conquistados em apenas uma corrida.

O atual bicampeão Jean-Eric Vergne é o oitavo colocado, enquanto outro ex-campeão, Sebastien Buemi (Nissan e.Dams), ocupa a 11ª posição na classificação entre os pilotos. Porém, é preciso ficar de olho em ambos: JEV esteve no Top-3 nas duas últimas provas disputadas em Berlim, enquanto o piloto suíço é o maior vencedor na capital alemã, com duas vitórias e quatro pódios em seis corridas disputadas.

Para aumentar ainda mais as possibilidades, o formato do treino classificatório da Fórmula E onde os pilotos que estão a frente na classificação vão a pista primeiro para a volta lançada, garante que o grid permaneça próximo e sejam criadas chances para todos subirem e descerem na tabela, por isso é possível esperar muitas reviravoltas nas seis corridas.

Fórmula E retorna para final da temporada em corrida na Alemanha

O grid da Fórmula E volta a ter três brasileiros

Uma das novidades no grid da sexta temporada da Fórmula E após a paralisação, é a chegada do jovem piloto Sérgio Sette Câmara à GEOX Dragon. Com 22 anos, ele era reserva da Red Bull Racing e Alpha Tauri na Fórmula 1, além de ter a mesma função na equipe de Jay Penske. Após o ótimo desempenho no teste para novatos da categoria de carros elétricos realizado em Marraquexe em março deste ano, o brasileiro foi a escolha óbvia para assumir o lugar de Brendon Hartley.

Sette Câmara se junta ao ex-F1 Felipe Massa (ROKiT Venturi Racing), que está em sua segunda temporada na categoria e busca a sua primeira vitória na competição, após ter conquistado na edição passada um pódio correndo em Mônaco.

Além disso, o Brasil tem Lucas di Grassi, piloto da Audi Sport ABT Schaeffler, equipe que possui o melhor retrospecto correndo em Berlim. Aliás, o campeão da terceira temporada da Fórmula E tem boas lembranças da capital alemã: terminou cinco das seis provas já realizadas na cidade entre os três primeiros e foi o vencedor no eprix disputado no ano passado. A única vez que Di Grassi não terminou no top-3, na verdade ele cruzou a linha de chegada em primeiro, mas foi desclassificado por conta de irregularidades na asa traseira do carro.