FPT Industrial atinge o recorde de 30 mil motores GNV comercializados

FPT Industrial atinge o recorde de 30 mil motores GNV comercializados

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 15/07/2016

Hits: 5

A FPT Industrial, fabricante de motores do Grupo Fiat, acaba de atingir o recorde de 30 mil motores GNV comercializados em todo mundo desde que estreou neste segmento. Na América Latina, a FPT Industrial já possui clientes que utilizam a tecnologia para equipar veículos com aplicações dedicadas, bem como em ônibus urbanos.

Para essa operação, a FPT conta com os seguintes motores: F1C, N60 e Cursor 8, com performances de 100 kW (134 cv) e 350 Nm torque, a 243 kW (326 cv) e 1.300 Nm de torque. Todos aplicáveis em veículos comerciais leves, caminhões médios e pesados e em ônibus urbanos.

Segundo a marca, apesar de ser uma tecnologia recente no Brasil, os motores GNV já são amplamente utilizados em vários países ao redor do mundo como Espanha, Itália, China e Israel, com destaque para França, Holanda e Alemanha, países que mais utilizam esse tipo de tecnologia. Na América Latina o destaque vai para a Colômbia, Peru e Venezuela.

Estima-se que entre o período de 2013 e 2020, o mercado europeu de motores GNV para aplicação on road cresça seis vezes e até quatro vezes para aplicações em geração de energia. Já no segmento off road, espera-se que a tecnologia ainda passe a ser adotada.

FPT Industrial atinge o recorde de 30 mil motores GNV comercializados
FPT Industrial atinge o recorde de 30 mil motores GNV comercializados

No Brasil, a FPT Industrial, em parceria com a Iveco, desenvolveu três veículos movidos a GNV que estão sendo testados.  Em Porto Alegre, roda em testes o Tector 170E20G coletor de lixo equipado com o N60. Em São Paulo, outro Tector 170E20G AT coletor de lixo equipado com N60 GNV também está em fase de avaliação. Já na linha comerciais leves, ambos equipados com motores F1C, dois Daily GNV, um 35S14G na versão furgão e um Chassi Cabine para aplicação urbana, estão sendo testados em Minas Gerais e em São Paulo, respectivamente.

A tecnologia também é aplicável em ônibus urbanos. Desde 2012, a FPT Industrial fornece motores movidos a GNV para a Modasa, empresa peruana fabricante de ônibus que, além de atender o mercado interno, exporta para Colômbia, Paraguai, Equador, Venezuela e Bolívia. Até o momento, já foram comercializados cerca de 500 motores para equipar veículos produzidos pela empresa.

O motor fornecido para a Modasa é o N60 GNV, com potência de 200 cv e baixo consumo de combustível. Conta com alimentação de ar com turbo Waste Gate e intercooler, que reduzem a demora nas respostas do motor e aumentam a densidade de potência. O N60 GNV está em conformidade com a norma EEV (Enviromentally Enhanced Vehicles), padrão voluntário criado na Europa para os níveis de emissões em aplicações acima de 3,5 toneladas, com limites ainda menores que Euro V.“Estamos tendo retornos muito positivos sobre nossas tecnologias GNV. Os clientes estão bastante satisfeitos com o baixo consumo, com a redução dos custos de manutenção e, principalmente, com o desempenho dos motores. Nosso foco é desenvolver tecnologias mais amigáveis ao meio ambiente”, diz Marco Rangel, presidente da FPT Industrial na América Latina.

As emissões de nossos motores GVN atendem ao limite atual para pesados no Brasil conforme a legislação PROCONVE P7 e atendem ainda ao padrão EEV (Enhanced Environmentally-friendly Vehicles), um limite de emissões europeu voluntário, entre Euro V e Euro VI, o qual demonstra que os motores são menos poluentes que os motores P7 produzidos e comercializados atualmente. 

“A FPT Industrial está preparada para atender às crescentes demandas e, mais do que isso, aprimora constantemente suas tecnologias para abranger maior variedade de aplicações e atender às solicitações dos clientes por menor TCO (custo total de propriedade) e emissões de CO2”, comenta Alexandre Xavier, Diretor de Engenharia da FPT Industrial na América Latina.