Manutenção preventiva do veículo garante segurança e economia

Manutenção preventiva do veículo garante segurança e economia

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 12/02/2021

Segundo orientações da Nakata, cuidar da manutenção preventiva do veículo garante segurança e economia. Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da empresa, observa que a falta de manutenção preventiva do veículo pode levar a diversos transtornos no trânsito. “Além de paradas inesperadas, coloca em risco a segurança do veículo e aumento dos gastos na hora da reparação. “Uma peça comprometida pode afetar outros componentes, tornando o conserto mais caro”, afirma.

Com uma frota circulante de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus que cresce a cada dia e fica mais velha, foi contabilizado 45,9 milhões de unidades em 2019, segundo levantamento anual do Sindipeças, acumulando alta de 2,5% ante o ano anterior. Também a idade média caminha a passos largos. Cresce desde 2014. Alcançou 9 anos e 8 meses em 2019 e em seis anos, de 2014 a 2019, o envelhecimento da frota em circulação aumentou 1 ano e 2 meses.

Receba nossas notícias pelo WhasApp, clique aqui e mande “Oi Frete”

Entre no nosso podcast

Acesse os vídeos no You Tube

Leia a Revista Frete Urbano

O técnico explica que as peças contam com vida útil determinada e costumam apresentar indícios ao sofrerem desgaste. “Realizando a manutenção preventiva, com a substituição de componentes no tempo adequado, é possível impedir surpresas desagradáveis, como uma pane mecânica”, comenta o gerente, ressaltando ainda a questão da segurança no trânsito. “Mantendo o carro em boas condições de utilização evita-se riscos de acidentes no trânsito”.

Com relação à redução dos custos ao efetuar a manutenção preventiva, Silva lembra que um automóvel desregulado pode consumir mais combustível, bem como pode ocorrer maior desgaste de peças. Além disso, estudos indicam que a manutenção preventiva de um carro pode custar até 30% menos do que a corretiva.

A recomendação é consultar o manual do veículo e verificar o período em que as manutenções devem ocorrer e também contar com um mecânico de confiança para acompanhar o histórico do automóvel, assim pode auxiliar sobre cada particularidade. “Cada carro tem necessidades diferentes de acordo com sua utilização. Os veículos que trafegam por estradas de terr a ou em más condições precisarão de revisões num tempo menor do que aqueles que circulam por vias onde as condições de rolamento são melhores”, ressalta. Silva também lembra que é fundamental cumprir os prazos da manutenção preventiva e contar com um mecânico de confiança para manter o veículo em bom estado e a segurança no trânsito, evitar acidentes e eliminar gastos excessivos com a reparação.