Polo Automotivo Fiat comemora 42 seus anos de operações

Polo Automotivo Fiat comemora 42 seus anos de operações

Posted by: admin
Em: 10/07/2018

Hits: 9

Inaugurado em 09 de julho de 1976, o Polo Automotivo Fiat comemora 42 seus anos de operações, dando início a um novo ciclo de investimentos até 2023. O anúncio foi feito na última sexta-feira, dia 06 de julho, em solenidade com a presença de Fernando Pimentel, governador do Estado de Minas Gerais, na planta de Betim, e do presidente da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) para a América Latina, Antonio Filosa.

Polo Automotivo Fiat comemora 42 seus anos de operações
Polo Automotivo Fiat comemora 42 seus anos de operações

A FCA anunciou investimentos de R$ 8 bilhões, que abrangem o Polo Fiat e seus fornecedores. Esses recursos devem gerar 8 mil emregos diretos e indiretos ao longo de toda a cadeia produtiva. Segundo informações da marca, os recursos permitirão a ampliação da gama de produtos da Fiat e fortalecerão a marca no mercado brasileiro e latino-americano, reforçando a presença em segmentos em que já é líder e em outros que ainda não atua. Serão 15 lançamentos até 2023, entre carros novos, renovações de modelos e séries especiais. Os novos investimentos anunciados para Betim são parte do plano estratégico global anunciado pelo CEO da FCA, Sergio Marchionne, em 1º de junho.

De acordo com a empresa, o Polo Automotivo Fiat é a maior fábrica de automóveis do grupo FCA no mundo. Tem capacidade instalada para produzir até 800 mil veículos por ano. A planta vem recebendo investimentos em sua modernização e conta em seu perímetro com a fábrica de motores FireFly, considerada a mais moderna do grupo no mundo.

A marca afirma que desde sua instalação em 1976, a Fiat já produziu cerca de 16 milhões de veículos em Betim. Deste total, aproximadamente 3,5 milhões de unidades foram exportadas. Ao longo de seus 42 anos, a Fiat tem contribuído para transformar a economia e o perfil de Betim e de Minas Gerais, ao atrair para seu entorno inúmeros fornecedores, fortalecendo o tecido industrial mineiro.

De acordo com informações da empresa, a Fiat foi a primeira empresa do setor a se instalar fora do cinturão de São Paulo. Por essa razão, iniciou as atividades com mais de 80% dos fornecedores localizados em São Paulo, o que acarretava custos logísticos pesados. Nos anos 1990, foi implementada uma estratégia de atração de fornecedores, em um processo chamado “mineirização”. Com os parceiros estratégicos instalados no entorno, a planta passou a operar no sistema de suprimentos Just In Time (JIT), com ganhos significativos para sua competitividade.

O processo de “mineirização” permitiu à Fiat criar as condições para o salto de escala de produção que daria nos anos seguintes. A confiabilidade da logística de suprimentos liberou áreas físicas dentro da fábrica, antes utilizadas para estocagem, o que permitiu a expansão das linhas de produção. Atualmente, mais de 60% dos itens comprados provêm de fornecedores instalados num raio de até 150 quilômetros do Polo.

A economia de Minas também ganhou com esse processo, pois as novas empresas instaladas diversificaram o parque industrial mineiro, com maior geração de empregos e de tributos. A atração dos fornecedores para o entorno do Polo Fiat representou a consolidação da industrialização de Minas Gerais, com importantes reflexos na economia e no nível e qualidade de empregos.

O processo de “mineirização” é ininterrupto. O círculo de empresas organizado na cadeia produtiva liderada pela FCA continua a crescer.