Veículos autônomos projetados pela Ford chegam à quarta geração

Veículos autônomos projetados pela Ford chegam à quarta geração

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 29/10/2020

Construídos em parceria com a Argo AI, veículos autônomos projetados pela Ford chegam à quarta geração. Os protótipos são baseados na plataforma do Escape híbrido e traz vários avanços na tecnologia de sensores e computação.

Dessa maneira, o modelo será gradualmente integrado aos centros de teste da marca nos EUA, em Austin, Detroit, Miami, Palo Alto, Pittsburgh e Washington D.C., junto com os cerca de 100 Fusion híbridos atuais para desenvolver seu futuro serviço de veículos autônomos.

Receba nossas notícias pelo WhasApp, clique aqui e mande “Oi Frete”

Entre no nosso podcast

Acesse os vídeos no You Tube

“Muitas peças diferentes precisam se encaixar para criar um serviço de veículos autônomos confiável e de escala, que agregue valor aos clientes e às cidades onde operam”, diz John Davis, engenheiro-chefe da divisão de carros autônomos da Ford. “Com o novo veículo de teste de quarta geração, temos uma base forte para sustentar esse projeto”.

Veículos autônomos projetados pela Ford chegam à quarta geração

Segundo a empresa, todos os componentes incorporados ao veículo de nova geração têm como foco o lançamento comercial do serviço de veículos autônomos da marca em 2022 – adiado em um ano devido à pandemia. Além de novos sensores e um sistema refinado de limpeza, seus avanços de engenharia incluem uma bateria com maior capacidade.

Um novo sistema LiDAR de longo alcance, com resolução maior e 128 feixes de detecção, ajuda a melhorar a visão 360 ​​graus. Ele é acompanhado por um novo conjunto de câmeras e LiDAR de curto alcance voltado para a frente e as laterais do veículo, complementado por um segundo conjunto direcionado para a traseira.

Para alimentar todos esses sensores e os sistemas de computação de última geração, a bateria de alta tensão do Escape Hybrid foi modificada com células adicionais e um sistema de refrigeração a líquido. Além de fornecer a energia necessária para o sistema autônomo, ela ajuda a reduzir o consumo de combustível.

Os engenheiros da Ford refinaram também o sistema de limpeza para manter os sensores livres de chuva, sujeira e insetos e garantir que o veículo autônomo possa “ver” o mundo ao seu redor sob diferentes condições. Esse arsenal inclui novos jatos de ar, bicos de pulverização de água sob pressão e revestimentos hidrofóbicos para desobstruir a visão das lentes e sensores.

“Paralelamente, continuamos a construir, testar e fortalecer nossa estratégia de operação de frota junto com a Argo AI para lançar um serviço de veículos autônomos seguro, confiável e acessível, criado para ser líder do setor no transporte de pessoas e mercadorias”, completa John Davis.