ZF do Brasil comemora os 60 anos de suas operações no País

ZF do Brasil comemora os 60 anos de suas operações no País

Posted by: admin
Em: 09/10/2018

Hits: 8

Primeira planta da ZF fora da Alemanha, a ZF do Brasil comemora os 60 anos de suas operações no País. A empresa afirma que nesse tempo, vem colecionando marcos importantes, inovações e pioneirismos tecnológicos. “A ZF foi uma das poucas multinacionais de autopeças que participou ativamente de todo processo de instalação, desenvolvimento e expansão da indústria automotiva brasileira. No Brasil, a empresa vem evoluindo, inovando e crescendo acompanhando e suprindo o ritmo e demandas dos seus clientes”, afirma Wilson Bricio, presidente da ZF América do Sul.

ZF do Brasil comemora os 60 anos de suas operações no País
ZF do Brasil comemora os 60 anos de suas operações no País

De acordo com Bricio, nas primeiras décadas no País o foco estava em produzir componentes mecânicos para atender integralmente as demandas da indústria automotiva. Segundo a companhia, hoje, além de continuar construindo e modernizando produtos mecânicos e manter sua excelência no que sempre fez, a ZF não apenas acompanha a nova tendência que se apresenta em todo o mundo, como direção autônoma, eletromobilidade e conectividade, como também mostra caminhos e abre novas possibilidades por meio de suas constantes pesquisas e inovações.

ZF do Brasil comemora os 60 anos de suas operações no País

“Nossa meta também é trazer a transformação para dentro de casa, aplicando os conceitos da quarta revolução industrial, respeitando acima de tudo nossos colaboradores e preparando-os para essa nova realidade, mas também contribuindo para levar essas mudanças para clientes e sociedade, com foco em uma nova mobilidade”, explica Bricio.

A empresa iniciou a construção de sua fábrica em agosto de 1958 e já em 1959 iniciou a produção de transmissões, em São Caetano do Sul, SP, no ABC Paulista, o primeiro grande polo da indústria automotiva brasileira. A empresa chegou ao Brasil a princípio para fornecer sua caixa de transmissão para o DKW, que era produzido sob licença pela Veículos e Máquinas Agrícolas S.A. (Vemag), cuja fábrica ficava no bairro paulistano do Ipiranga.

De acordo com a empresa, 2018 está sendo um ano especial para a ZF, que acaba de dar um importante passo para a ampliação de suas atividades no Brasil e América do Sul após ser reconhecida como Centro de Competência Global na área de eixos agrícolas do Grupo ZF. Com isso, a ZF América do Sul terá um papel estratégico globalmente e será a única unidade no mundo a desenvolver a inteligência de eixos para o mercado global, com a responsabilidade de coordenar o desenvolvimento de eixos para todos os mercados do mundo atendidos pela ZF.

A companhia afirma que a ZF está demonstrando sua ampla experiência em sistemas também por meio do e.Go Mover, um veículo completamente inovador, fruto de um joint-venture da ZF com a recém-fundada e.GO Moove GmbH. O e.GO Mover faz parte de uma proposta logística totalmente digital, incluindo hardware, software e serviços. A ZF está equipando o e.Go Mover com sistemas de acionamento elétrico, sistemas de direção e freios, bem como com o computador central ProAI, da ZF (que utiliza inteligência artificial), e sensores que permitem funções de condução automatizada. Trata-se do primeiro veículo pronto para produção com sistemas ZF que constitui um conceito de mobilidade autônoma para cidades e entrará em produção seriada já a partir de 2019.

“A mobilidade inteligente, conectada e segura são os elementos que levarão à eletrificação e à automatização dos veículos e estarão presentes em nosso dia a dia em pouco tempo. Para a ZF, 100% das áreas urbanas contarão com a circulação de veículos elétricos, enquanto as estradas receberão os híbridos. Enquanto isso, os veículos autônomos serão realidade nas áreas restritas de circulação, como em pátios logísticos, diz Bricio. Neste sentido, trabalhamos de forma acelerada para prover a indústria com tecnologias avançadas para que isso aconteça. Sempre levando em frente o conceito Vision Zero, de zero acidentes e zero emissões”, completa.