Coluna Meio ambiente: “Vamos a la playa”

Coluna Meio ambiente: “Vamos a la playa”

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 02/05/2018

 

A coluna Meio Ambiente é escrita por Valquiria Stoianoff, jornalista formada pela Universidade Metodista
A coluna Meio Ambiente é escrita por Valquiria Stoianoff, jornalista formada pela Universidade Metodista

É verão. Perfeito para ir à praia e tomar um banho de mar. E a boa-nova é que as praias paulistas estão próprias para banho. Sim. Pode acreditar, segundo a Cetesb, você poderá nadar na maioria delas.

A Cetesb, atendendo a resolução nº 274/2000, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), vigente desde 2001, faz monitoramento em 171 pontos do litoral paulista. Em janeiro deste ano, do total monitorado, 114 praias foram consideradas próprias para o banho de mar.

A classificação da balneabilidade é realizada por meio de coletas em pontos estratégicos localizados entre o litoral norte e sul do Estado de São Paulo. E para a retirada dessas amostras, uma equipe técnica precisa entrar no mar até a altura da cintura, fazer a coleta em um frasco esterilizado, a 20 cm abaixo da superfície. Todas as amostras são encaminhas aos laboratórios das agências de Cubatão e Taubaté. São analisadas, mensalmente, cerca de 700 amostras de água.

Esse monitoramento é realizado semanalmente, principalmente no verão, período das férias escolares em que a procura pelas praias é maior, e também por ser uma época de chuvas em que mudanças na qualidade da água são maiores.

Por isso é muito importante para os banhistas estarem atentos a esse monitoramento. Antes de se aventurar a um mergulho, verifique se existem bandeiras que identificam se a água do mar está imprópria (bandeira vermelha) ou própria para o banho (bandeira verde).

Benefícios e riscos

Além de refrescar, a água do mar traz vários benefícios para a saúde. Em sua composição são mais de 80 elementos químicos naturais, como cálcio, zinco, silício e magnésio, elementos usados para o tratamento de doenças como artrite, osteoporose e reumatismo.

Por ser rica em sais minerais, como sódio e iodo, ela tem ação cicatrizante e antisséptica para a pele. Também fortalece o sistema imunológico. O cloreto de sódio também melhora o funcionamento das células do corpo. Outro benefício é o relaxamento. O contato com o balanço das águas do mar ativa a circulação sanguínea e auxilia na eliminação de toxinas do nosso organismo. Um mergulho no mar pode ajudar a diminuir o estresse e dormir melhor.

Mas, para que você aproveite esses benefícios, é importante tomar cuidado com a qualidade da água. Banhar-se em uma água poluída por esgotos poderá causar riscos à sua saúde.

A água imprópria pode estar carregada de microrganismos patogênicos que atuam de forma negativa nos banhistas, expondo-os a vírus, bactérias, fungos, protozoários patogênicos e ovos de helmintos, que causam várias doenças, como gastroenterite. Também existem outras doenças associadas à água imprópria, como infecção de ouvido, olhos e garganta.

Para eliminar os riscos e aproveitar todos os benefícios de um bom banho de mar, sempre que programar seu passeio às praias paulistas, confira o Boletim de Balneabilidade da Cetesb – http://cetesb.sp.gov.br/praias/classificacao-semanal-por-municipio/. Esse boletim é atualizado semanalmente.