Comparativo: Qual o tamanho do seu VUC?

Comparativo: Qual o tamanho do seu VUC?

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 05/06/2020

Comparativo: Qual o tamanho do seu VUC? Selecionamos maiores caminhões do mercado nacional que se adequam às leis do VUC, que determinam até 7,20 m de comprimento, para quem quer carregar mais dentro das cidades.

Texto: Carolina Vilanova  | Fotos: Divulgação

É comum ver pela cidade caminhões de porte pequeno com a inscrição VUC na traseira, o que quer dizer que aquele é um veículo urbano de carga. Mas o que determina um VUC? Bom, há muito tempo já se fala em melhorar a mobilidade dentro de grandes centros urbanos e daí surgiu a criação de uma categoria com caminhões menores, como veículos utilitários e caminhonetes que pudessem ter acesso irrestrito nesses lugares.

Receba nossas notícias pelo WhasApp, clique aqui e mande “Oi Frete”

A partir dos anos 90, os estudos tomaram formas mais concretas e começava-se a falar de um veículo adequado às condições de tráfego urbano mais intenso, que pudesse transportar um volume de carga significativo, sem se preocupar com restrições de horários e de locais de circulação. Naquela época as medidas eram de até 5,50m x 2,20m.

Comparativo: Qual o tamanho do seu VUC?
Ford Cargo 1119

São veículos que podem ter uma velocidade média maior que a de caminhões maiores, conferem mais facilidade nas manobras, são mais fáceis de estacionar. E ainda assim, levam um volume considerável de carga para fazer entregas de insumos pela cidade: alimentos, medicamentos, vestuários…

Comparativo: Qual o tamanho do seu VUC?
Mercedes-Benz Atego 1419

Hoje vivemos uma realidade diferente, ou melhor, os VUCs passaram a ser uma realidade necessária. Com algumas mudanças nas regras a prefeitura de São Paulo, trabalha hoje com a Portaria nº 031/16-SMT.GAB que determina o tamanho de no máximo de 7,20m de comprimento de para-choque a para-choque.

VW Delivery 13.180

Lembramos ainda que existem acessos restritos mesmo assim, mas o motorista pode solicitar a Autorização Especial de Trânsito para Caminhões (AETC) para acesso aos locais restritos junto à Prefeitura, no seguinte link: www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/transportes/autorizacoes_especiais/transporte_de_carga/.

Vamos mostrar nesta reportagem os maiores caminhões que podem ser incluídos na Lei dos VUCs. É claro que existem os diversos modelos menores de caminhões leves, mas selecionamos aqui o que chamamos de limite do VUC, para quem quer carregar mais carga e ainda circular pela cidade de maneira correta.

 

Ford Cargo

A Ford tem o Cargo 816 que se encaixa no VUC em todas os seus entre-eixos, mas o Cargo 1119 tem um modelo que também pode ser usado para transportar carga na cidade, tem 7.010 mm de comprimento, o outro de 7,4 mm não entra nessa categoria.

Entre as características do modelo, destacamos a robustez para carregamento de carga e a tecnologia para conforto e segurança do transportador. É muito usado para distribuir bebidas e alimentos nos centros urbanos.

O Cargo 1119 vem equipado com o motor Cummins ISB 4.5 litros, que é capaz de gerar 189 cv de potência e torque de 600 Nm. A transmissão é a tradicional Eaton de cinco marchas, com relações desenvolvidas para otimizar torque e desempenho mesmo carregado. O motor usa o Arla para pós-tratamento dos gases.

Internamente, o motorista se sente bem e tem muitos recursos para facilitar as operações do dia a dia, a começar com o volante mais ergonômico com melhor diâmetro de giro, o paiel de instrumentos com luzes mais agradáveis e os funcionais porta-objetos. A cabine segue o conceito de design Kinetic, o mesmo dos automóveis da marca, que combina conforto, modernidade e tecnologia.

Em termos de dispositivos, o Cargo oferece no computador de bordo o diagnóstico de falhas, freios ABS com EBD (distribuição eletrônica de frenagem) e controle de tração (ASR), que evita que as rodas patinem em piso escorregadio, promovendo segurança e menor desgaste dos pneus.

Capacidades:

Peso Total 3.346 kg
Peso Bruto Total (PBT) Homologado 10.510 kg
Carga útil + carroceria 7.164 kg
Capacidade Máxima de Tração (CMT) 12.000 kg

Dimensões

Distância entre-eixos 3.900 mm
– Comprimento total 7.010 mm

 

Mercedes-Benz

A alemã tem a linha do Accelo que conta com três modelos compatíveis com a lei do VUC, são eles os leves 815 e 1016, e o médio 1316 6×2. Por isso, destacamos os Atego 1419 e 1719 4×2 como VUC de maior tamanho da marca, também em apenas um entre-eixo, no segmento dos médios.

Mercedes Benz Atego

Para este caminhão a Mercedes-Benz priorizou economia, conforto, força e desempenho, tudo que deixe as operações mais rentáveis. Adequado para diversas aplicações, como VUC também se destaca no segmento de distribuidores, atacadistas, alimentos em geral, bebidas, eletrodomésticos, móveis, produtos refrigerados, etc.

Falando de motor, o Atego traz o MB OM 924 LA da família BlueTec5 de 4,8 litros, seu desempenho garante os 185 cv de potência e 700 Nm de torque. Já a transmissão é a manual de seis velocidades. No painel de instrumentos o motorista tem ferramentas que auxiliam o a dirigir de maneira mais econômica, como o indicador de consumo instantâneo de combustível e o Econômetro, que indica a rotação de trabalho mais adequada do motor dependendo da sua condição.

A cabine foi aprimorada há pouco tempo e usa um novo sistema de suspensão a ar, além de outros recursos de conforto e ergonomia, como o piloto automático, excelente para utilizar nas cidade e evitar indesejadas multas. Para completar a sopa de letrinhas: HSA (Hill Start Aid) – auxílio de partida em rampa; EDB (Eletronic Brake Force Distribution) – sistema de distribuição da força de frenagem; e ASR – controle de tração.

Dimensões

Entre Eixos (ee) 36
Distância entre eixos 3.571 mm
Comprimento total 6.254 mm

Capacidades

Carga Útil Máx. + mais carroçaria 9.600 kg
Peso Bruto Total com 3º eixo (PBT) 21.300
Peso Bruto Total Combinado 14.300

Volkswagen Delivery

Esse também oferece uma gama enorme de modelos que se adequam ao tamanho limite do VUC, mas selecionamos o maior deles, o 13.180, que também tem uma versão de entre-eixo que atende ao nosso segmento com muita versatilidade.

O Delivery, como o nome em inglês diz, quer dizer entrega, e é exatamente isso que ele faz muito bem na cidade, com ótima capacidade de carga e robustez. Essa última característica, por exemplo, a Volkswagen leva a ferro e fogo. E no ano passado ganhou uma bela assinatura visual que deixou mais moderno o seu design.

O espaço interno é bastante amplo e ergonômico, projetado para diminuir o desgaste do motorista e seus ajudantes, com possibilidade até mesmo de andar dentro da cabine. Prazer ao dirigir, com ótima empunhadura do volante, um painel de instrumentos com várias funções e de conceito modular, botões com fácil acesso e porta-objetos que facilitam a organização. A função econômetro indica se a direção está sendo econômica ou não.

O Delivery 13.180 adota o motor Cummins ISF, de 3,8 litros e tecnologia SCR de tratamento de gases com uso de Arla. Sendo assim, o torque máximo é de 600 Nm e a potência de 175 cv. Combinado ao propulsor está a transmissão manual ESO-6206 de seis marchas, porém, está prometida uma versão com transmissão automatizada mais pra frente.

Dimensões

Entre eixos do 1º ao 2º 2.850 mm
Comprimento total 6.358 mm

 

Carga

Capacidade técnica (Total) 13.700 kg
Peso bruto total (PBT) – homologado 13.200 kg
Peso bruto total Combinado (PBTC) – homologado 13.700 kg
Capacidade Máxima de Carga Útil + Carroceria 9.350 kg