Economia: Tá na hora de trocar o seu veículo?

Economia: Tá na hora de trocar o seu veículo?

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 15/07/2019
A coluna Economia é escrita por Alberto Savioli, economista com pós graduação em gestão pela USP
A coluna Economia é escrita por Alberto Savioli, economista com pós graduação em
gestão pela USP

O mercado de veículos semi-novos e usados continua em franco crescimento, por sua vez, os bancos começam a flexibilizar as linhas de crédito, acreditando nas perspectivas de melhora na economia.

Separamos algumas ideias para quem pretende comprar um veículo urbano de carga financiado, lembrando que o banco levará em considerações vários aspectos para aprovar o crédito.

Aspectos positivos para aprovar um crédito:

– Já possuir um bem na categoria que pretende, ou seja, se está comprando um utilitário, preferencialmente deverá já possuir outro, são poucos os bancos/financeiras que possui linhas de crédito para o primeiro veículo.

A exemplo de que se pode trocar de carro com pouco dinheiro, temos essa Iveco Daily 35S14, ano 2013 no valor de R$82,000, sendo que com entrada deR$24,600 e o restante podendo ser financiado em até 48 meses deR$2.091,55, lembrando que quanto maior a entrada, menor será a taxa de juros aplicada.

Os bancos disponibilizam taxas diferenciadas para entradas de 30%, 40% e 50%. Estas taxas são apenas exemplos e pode variar de acordo com o perfil de cada proponente, além de o crédito estar sujeito a análise.

Outro setor que vem tendo bons resultados é o de utilitários de passageiros, no qual as políticas de crédito aplicadas pelos bancos/financeiras, devido à baixa inadimplência tem suas regras de concessão flexibilizadas.

Fiat Ducato 2015/2015 R$114.900,00 sendo entrada de R$34.470,00 e o restante podendo ser financiado em até 60 meses de R$2.407,04, mais uma vez vale o comparativo quanto maior a entrada, menor será a taxa.

Lembrando que a taxa de juros sempre irá variar de acordo com o perfil de cada cliente, neste composto inclui-se: idade / estado civil / local de residência.

Mas o objetivo é demonstrar que com pouca entrada, pode-se trocar de veículo e aumentar o rendimento, lembrando que por tratar-se de meio de subsistência, a compra deve ser bem planejada onde a parcela não deve ser maior que 25% da renda, evitando-se assim descompasso financeiro e futura inadimplência.

* Colaboraram com esta matérias as lojas Mercalf Caminhões – Telefone: (11) 2901-5161 e Center Vans – Tel. (11)2719-5304, além de Proz Promotora de Vendas – telefone: (11) 4171-0400.