Em ano de copa, futebol brasileiro se destaca pelo bom nível

Em ano de copa, futebol brasileiro se destaca pelo bom nível

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 05/02/2019
A coluna Falando de esportes é escrita por Carlos Briotto, jornalista formado pela Universidade Metodista
A coluna Falando de esportes é escrita por Carlos Briotto, jornalista formado pela Universidade Metodista

Geralmente em ano de copa do mundo o futebol nacional é relegado ao segundo plano. A parada para o torneio mundial diminui o calendário e o número excessivo de jogos acabam por piorar o desempenho dos clubes.

Curiosamente este ano não foi bem assim. Os principais campeonatos nacionais, Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil, foram emocionantes até o final. No Brasileirão, a disputa, que foi até as últimas rodadas, foi o grande destaque. Na Copa do Brasil tivemos quatro grandes times como finalistas, fato raríssimo na competição.

Brasileirão

Em 2018 o torneio nacional foi emocionante sob vários aspectos. Primeiro, foi o equilíbrio entre as equipes. Do campeão ao rebaixado a disputa foi até a última rodada. Campeão, o Palmeiras só definiu o título na penúltima rodada. Dos rebaixados, três só foram conhecidos na última rodada.

Em segundo lugar, a campanha que o Palmeiras realizou para conquistar seu décimo campeonato. Foram 23 jogos de invencibilidade, recorde desde a implantação do sistema de pontos corridos, em 2003. Saiu da sexta colocação, antes da paralisação por causa da copa, para uma arrancada espetacular, ultrapassando São Paulo, Flamengo, Grêmio, Internacional e Atlético.

Em terceiro, as torcidas. Palmeiras, Corinthians, Flamengo e São Paulo tiveram média de público superior a 31 mil torcedores e de R$ 1.500.000,00 em bilheteria.

 

Copa do Brasil

Distribuindo premiações superiores a R$ 60.000.000,00, o torneio atraiu a atenção dos grandes clubes. Se antes a vaga para disputa da libertadores já era um atrativo, imagina agora com a promessa de bolso cheio. Em tempos de “vaca magra”, o torneio tornou-se a cereja do bolo para a maioria dos clubes, muitos dele endividados.

O Cruzeiro, campeão, levou para os cofres da Toca da Raposa, nada mais que R$ 62.000.000,00. O Corinthians só pelo vice-campeonato embolsou R$ 20.000.000,00.

Só para se ter uma ideia do significado da importância desta premiação, todos os quatro semifinalistas do torneio já foram campeões e juntos detém a metade dos títulos já disputados.

Além destes, vale aqui também destacar outros campeonatos.

Libertadores

Outro torneio, embora não seja financeiramente tão importante, mas esportivamente é obsessivo para os clubes, a Libertadores da América teve dois representantes nacional nas semifinais. Palmeiras e Grêmio caíram frente a Boca Junior e River Plate, respectivamente. Na final, em Madrid, na Espanha, o River Plate sagrou-se campeão, levantando o caneco pela quarta vez.

La mancha

O que era para ser uma final inédita e histórica, tornou-se uma vergonha argentina. River e Boca faziam uma final inédita. Nunca na Libertadores uma final foi disputada por equipes do mesmo país. No primeiro jogo, no La Bombonera, empate por 2 x 2. No segundo, na casa do River, a vergonha. Torcedores locais depredaram o ônibus da equipe do Boca, ferindo alguns jogadores.

Pela falta de segurança o jogo foi transferido para o Santiago Bernabéu, campo do Real Madrid. Lá, River bateu o Boca por 3 x 1 na prorrogação, depois de empate por 1 a 1 no tempo normal.

Copa Sul-americana

Torneio secundário no circuito sul-americano teve na edição 2018 o Atlético Paranaense como campeão. O time rubro-negro, de nome e distintivo novos, bateu, nos pênaltis, a equipe colombiana do Junior de Barranquilla. Empates nos por 1 a 1 nos dois jogos. Na decisão por pênaltis, vitória do time paranaense.

 

Curiosidades

Campeonato Brasileiro

Campeão: Palmeiras

Vice: Flamengo

Rebaixados: Paraná-PR, Vitória-Ba, América-Mg e Sport-PE.

Artilheiro: Gabriel (Santos) -18 gols

Melhor ataque: Palmeiras – 64 gols

Melhor defesa: Palmeiras – 26 gols

Maior público: Flamengo x Atlético-PR – 62.994 torcedores

Maior renda: Palmeiras x Vitoria-BA – R$ 3.514.618,00

 

Maiores Campeões 

Palmeiras 10

Santos 8

Corinthians 7

São Paulo 6

Flamengo 5

 

 

Copa do Brasil

Campeão: Cruzeiro

Vice: Corinthians

Artilheiros: Gabriel (Santos), Neilton (Vitória) e Rômulo (Avaí) – 4 gols

 

Maiores Campeões 

Cruzeiro 6

Grêmio 5

Palmeiras 3

Corinthians 3

Flamengo 3