Falando de esportes: Parou! O esporte em tempo de Coronavírus

Falando de esportes: Parou! O esporte em tempo de Coronavírus

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 07/04/2020

Falando de esportes: Parou! O esporte em tempo de Coronavírus. O mundo parou. O futebol, o vôlei, o basquete e tudo mais que é esporte também pararam por causa do Covid-19. Inclusive esta coluna que já tinha tudo pronto para levar a você, leitor, um panorama completo do que ia rolar no esporte em 2020. Íamos falar sobre as Olimpíadas de Tóquio, sobre as expectativas do automobilismo, principalmente da F1.

No futebol havia assuntos sobre Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Mundo. Tinha até uma pitadinha sobre tênis. Mas agora o tema é outro, é sobre a vida, sobre o que será de nossa sociedade, dos nossos empregos, enfim, se após isso tudo acabar nossas vidas voltarão a normalidade ou não.

Olhando para a história vejo com otimismo nosso futuro. Vale lembrar que nos últimos 100 anos nossa sociedade passou por várias provações. As mais importantes foram duas guerras mundiais e o mundo sobreviveu. Tivemos também epidemias pelo mundo: Gripe Espanhola, Ebola, Gripe H1n1 (gripe suína) e a Aids. Elas vieram, nos adaptamos e tocamos a vida. Com a Covid-19 será a mesma coisa, tenham certeza disso.

Isto também vale para o esporte. O primeiro grande evento esportivo a parar foram os Jogos Olímpicos. Retomado em 1896, os jogos da era moderna, sonho idealizado pelo Barão de Coubertin, tiveram suas disputas iniciais em Atenas (1896), depois Paris (1900) até 1912 em Estocolmo. Neste momento, o mundo parou por causa da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918). Estimasse que nela morreram entre 20 e 30 milhões de pessoas. O evento seria retomado somente em 1920, com os Jogos de Antuérpia.

Vinte anos depois, o mundo estava novamente em guerra. De volta e pelo mesmo motivo (ganância) a Segunda Guerra Mundial parou novamente o mundo. De novo mortes e tristezas abalaram o mundo. Desta vez não foram só os Jogos Olímpicos os prejudicados. A copa do Mundo de Futebol, iniciada em 1930, também era vítima da insensatez do homem. Neste período deixamos de disputar as Olimpíadas de 1936 (Tóquio) e 1940 (Londres) e as Copas do Mundo de 1942 e 1946. Desta vez a guerra aniquilou mais de 55 milhões de pessoas.

Falando de esportes Parou O esporte em tempo de Coronavírus

Falando de esportes: Parou! O esporte em tempo de Coronavírus

No futebol Paulista

Outros eventos menos devastadores que a guerra também prejudicaram o esporte. O Campeonato Paulista de Futebol teve além destes outros cinco momentos de tensão. Em 1920 e 1930 o Paulistão parou pelos motivos citados acima. Em 1918 a paralisação ocorreu por causa da Gripe Espanhola. Em 1924 a paralização foi por causa da Revolução Paulista. O campeonato parou por um mês. Já em 1932 a suspensão ocorreu por causa da Revolução Constitucionalista.

A paralisação por causa da política. Em 1952 imperou o tapetão. Jabaquara, equipe rebaixada no ano anterior entrou com ação questionando o regulamento. Por causa dele o campeonato ficou suspenso. O campeonato que começou em 52 terminou em janeiro do ano seguinte.

Novamente a política interfere no esporte. O ano era 1979. Quadrangular final entre Corinthians, Palmeiras,
Ponte Preta e Guarani. Na hora da divisão das cotas de TV, que deveriam segundo o acordado serem divididas em partes iguais, o Corinthians não concordou e o campeonato ficou suspenso por dois meses entre a segunda fase e as semifinais. O título só foi decidido no ano seguinte.

Falando de esportes: Parou! O esporte em tempo de Coronavírus

Na Europa

A Gripe Espanhola que matou entre 1918 e 1920 mais de 50 milhões de europeus também entra para a história como motivo de paralização do esporte. Por ter parecido no momento do ápice da Primeira Guerra, ela é mais relevante pelo número de mortes do que pela paralização do futebol. Mesmo assim, em países em que o futebol não parou por causa da guerra, como a própria Espanha, parou por causa da pandemia.

Falando de esportes Parou O esporte em tempo de Coronavírus
Falando de esportes Parou O esporte em tempo de Coronavírus

Novamente a Espanha. Entre 1936 e 1939, a Espanha entra em guerra civil. Em grave crise política, econômica e social, os republicanos e nacionalistas entraram em conflito armado pela disputa do governo. Neste momento o Campeonato Espanhol é suspenso. Ele somente volta a ser disputado após o final do conflito.

Com o fim da Guerra Fria, simbolizada coma queda do muro de Berlim e com o fim da União Soviética, vários países entraram em guerra separatistas sejam por diferenças religiosas, sociais e étnicas. Talvez a mais famosa e sangrenta tenha sido a da Iugoslávia.

Criada após a Primeira Guerra Mundial, com a junção de vários territórios, o país que enfrentava grave crise socioeconômica começou a ter, como em outros países dominados politicamente e economicamente pela URSS, movimentos revolucionários.

A Guerra dos Balcãs (1991-2001), como ficou conhecida, foi responsável pelo surgimento de países como Croácia, Monte Negro, Eslováquia, Servia, Macedônia e Bósnia e Herzegovina. Durante a revolução o campeonato de 1999 foi suspenso.

A coluna Falando de esportes é escrita por Carlos Briotto, jornalista formado pela Universidade Metodista
A coluna Falando de esportes é escrita por Carlos Briotto, jornalista formado pela Universidade Metodista