Flexibilidade no motor e no transporte

Flexibilidade no motor e no transporte

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 03/03/2017

A picape Toyota Hilux sempre foi reconhecida como sinônimo de robustez, força e durabilidade. Hoje em dia, incluímos a palavra moderna nessa lista, agora que o veículo chegou em sua 8ª geração, e nunca deixou de carregar na caçamba a preferência de muitos motoristas que usam a picape para o trabalho, principalmente, na área rural.

Flexibilidade no motor e no transporte

A versão que testamos foi a SRX Flex, com cabine dupla, equipada com o motor 2.7 16 V DOCH Dual VVT-i. O design foi modificado no ano passado, quando ganhou o DNA global da marca, e alguns recursos importantes, como os faróis de LED, com projetor e ajuste automático de altura, além de luzes diurnas de LED.

20161101_132451 copy

No modelo Flex, a tecnologia de duplo comando de válvulas variável (Dual VVT-i) ajuda a melhorar a performance. Sua atuação é no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, que otimiza a queima do combustível. Adicionado a isso, o sistema de partida a frio, dispensa o tanque de gasolina auxiliar.

Dessa maneira, a picape alcança os 163 cv de potência, com uso do etanol, e 159 cv, ambos a 5.000 giros, com gasolina. O torque máximo é de 25 kgfm tanto com etanol quanto com gasolina, sempre a 4.000 rpm.

Mais torque em qualquer faixa de rotação, mais economia e redução de emissão de poluentes, segundo a Toyota ganhou 7% em eficiência de consumo. Isso também por conta da redução de peso de peças internas, como balanços, molas e retentores. Também foi feita uma reestruturação nos formatos da câmara combustão e da entrada de combustível.

Nossa picape usa transmissão automática sequencial de seis velocidades, com controle eletrônico (Super ECT).  De trocas suaves, é um sistema que se adapta ao estilo do motorista, tipo de terreno e nível de carga. Ainda contamos com dois modos de direção, ECO, para uma condução mais suave, com consumo de combustível eficiente, e POWER, que garante um toque mais emocionante e esportivo.

Feita para uso no trabalho, a força e capacidade de carga são os diferencias do modelo, que recebeu melhorias na parte estrutural, isso pra ajudar na durabilidade inclusive com capacidade de carga no limite.

20161101_132400 copy

A configuração da suspensão foi aprimorada, e um belo conjunto independente com braços duplos triangulares, molas helicoidais e barra estabilizadora, suporta bem a dianteira, enquanto a traseira usa eixo rígido com molas semielípticas de duplo estágio.

Na prática, a dirigibilidade foi melhorada, com menos ruídos e vibrações, mesmo em pistas irregulares em baixas velocidades. O espaço do compartimento de carga aumentou, e o apoio da tampa da caçamba está equipado com placas de aço, em vez de fios.

Flexibilidade no motor e no transporte
Flexibilidade no motor e no transporte

A linha Flex 2017 da Hilux tem preços que variam de R$ 111.700,00 a R$ 131.200,00.

 

Dimensões e capacidades          

Comprimento [mm]                                      5.330

Largura [mm]                                                   1.855

Altura [mm]                                                      1.815

Entreeixos [mm]                                             3.085

Peso em ordem de marcha [kg]                 1.970

Peso bruto total [kg]                                     2.800

Capacidade de carga [kg]                             830

Capacidade Máxima de Tração [Incluso Reboque]           5.300

Capacidade do tanque [l]                                            80

Reboque máximo [kg]   Sem freio: 750 / Com freio: 2.500

Comprimento [mm]                                      1.569

Largura [mm]                                                   1.645

Altura [mm]                                                      481