Manutenção: comprando peças de qualidade

Manutenção: comprando peças de qualidade

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 02/05/2017

Na hora de fazer a manutenção do seu VUC, fique ligado para utilizar peças de reposição que sejam de boa procedência, afinal, peças baratas e de qualidade duvidosa pode trazer uma bela dor de cabeça

Texto: Carolina Vilanova  | Fotos: Divulgação

O barato sai caro”, esse provérbio define muito bem uma situação de manutenção corretiva feita com peças de baixa qualidade. É sabido que a conta fica muito mais cara em longo prazo, sem contar a dor de cabeça e o prejuízo em manter o veículo parado que certamente vem na bagagem.

Muitas das vezes em que se volta na oficina para reclamar de um serviço malfeito, o uso de peças de má procedência é a causa. Num mercado em que “o jeitinho e a gambiarra” têm espaço, é preciso se atentar para o tipo de peças que estão colocando no seu VUC. Respeitando algumas regrinhas, muita dor de cabeça será evitada.

Procedência, nota fiscal e garantia. Esses fatores devem estar sempre no topo da lista de requisitos na hora de decidir ou não comprar um certo produto, e não o preço. Sair por aí, olhando só o preço não é solução, lembre-se sempre disso se quiser entregar um serviço de qualidade para o seu cliente.

Se por acaso você perceber que um trabalho foi mal feito na oficina, volte para reclamar o seu problema. Aliás, quando procurar uma oficina, garanta-se de que o estabelecimento vai fornecer garantia não somente pela peça comprada, mas também pelo serviço feito. Lembre-se de que um componente sem qualidade ou recondicionado compromete outros itens do sistema, afinal, muitas vezes trabalham em conjunto. O retrabalho vai te custar muito mais, pois para o transportador, VUC parado é tempo sem ganhar dinheiro.

Cuidado com a falsificação

Para evitar a compra uma peça falsificada ou de má qualidade, fique esperto e certifique-se, em primeiro lugar, se o varejo ou a oficina é idônea. Verifique se a peça tem nota fiscal e garantia. Muitos produtos hoje exigem certificados do Immetro, isso também deve ser checado se é você mesmo que vai comprar a peça de reposição.

É bom tomar cuidado pois algumas peças falsificadas podem causar danos irreversíveis no funcionamento do seu VUC. Pois não permitem a montagem correta, e aí o mecânico desinformado vai forçar para que o encaixe seja feito, danificando o sistema completo. Sabe o que acontece? Você vai pagar mais barato achando que está comprando a mesma peça, mas o serviço acaba saindo mais caro.

Converse com o seu mecânico, e lembre-se se você está num estabelecimento de confiança, o mecânico também será de confiança e vai poder te dar o suporte necessário na hora do reparo. Nunca opte simplesmente pelo recondicionado sem checar se aquela peça pode passar por esse procedimento. Não caia na armadilha do preço mais baixo, pois pode se tratar de peças falsas, que vai dar dor de cabeça mais rápido, pois sua durabilidade é menor, sem falar que é crime, pois é fabricada sem nenhum critério ou especificação, muitas vezes feita por empresas informais.

Tomando certos cuidados e frequentando estabelecimentos honestos, a chance de acontecer um incidente com a troca de peças sem qualidade certamente, será muito menor. Fique de olho.

Fique atento na hora de comprar autopeças

– Frequente oficinas ou lojas idôneas

– Fique de olho na nota fiscal e na garantia

– Exija o certificado quando é obrigatório