Manutenção: Óleo lubrificante em ordem, motor saudável  

Manutenção: Óleo lubrificante em ordem, motor saudável  

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 15/07/2019

Não há melhor maneira de prolongar a vida útil do motor do seu veículo e aumentar sua eficiência do que fazer as manutenções regulares em relação ao óleo lubrificante. Trocar o óleo é fácil, hoje realizado na revisão periódica do veículo, mas também é um serviço oferecido por oficinas mecânicas e lojas especializadas, com qualidade e segurança.

É um serviço simples que quando executado regularmente ajuda na longevidade das peças internas do motor e melhora seu desempenho, de uma maneira geral. Mas muita gente acaba deixando de lado este importante serviço, e compromete todo conjunto. Rodar com óleo lubrificante vencido pode deteriorar seu instrumento de trabalho.

Além de obedecer ao manual do proprietário em relação ao prazo e ao tipo de lubrificante que devemos colocar no nosso veículo. O óleo limpo e fresco otimiza o desempenho do seu veículo, lubrificando as peças e mantendo o motor limpo e saudável. Mas com o tempo, o fluido perde a validade e tem dificuldade em realizar suas tarefas. Quando isso começar, seu carro exibirá sinais de aviso de troca de óleo abaixo.

Óleo escuro e sujo. O óleo limpo é uma cor âmbar. Depois de um tempo, o fluido escurece e fica sujo, de tantas partículas que recolhe do motor. Você não sabe exatamente quando a cor começa a mudar, por isso recomendamos que você verifique as condições do seu óleo todos os meses. Para fazer isso, remova a vareta do motor, limpe-a e coloque-a de volta. Quando você a remover novamente, se puder ver o bastão através do óleo, o fluido estará em ordem. No entanto, se estiver espessa e escura, programe uma troca de óleo imediatamente.

Ruído mais alto. O óleo limpo proporciona uma fina barreira entre as peças do motor, que protege contra o contato dos metais e mantém o motor silencioso quando roda. No entanto, quando o fluido começa a se deteriorar, passa a não lubrificar as peças, provocando um barulho mais alto do motor.

Luz do óleo no painel. Fique atento à luz de óleo que fica no painel de instrumentos. Se acender, indica que há muito pouco óleo no sistema. Portanto, quando a luz acender, verifique o seu nível de óleo com a vareta e, se não for suficiente, troque o óleo o mais rapidamente possível. Em casos mais sérios, a luz pode acender pois o motor está com alto risco de danos devido à falta de lubrificação das peças. Leve ao mecânico.

Fumaça. Quando sistema de lubrificação está com problemas, é comum ver um vapor translúcido saindo pelo escapamento quando o tempo fica mais frio. Essa fumaça pode indicar inclusive que pode haver um vazamento de óleo no seu motor. Também é caso de levar ao mecânico.

Cheiro dentro da cabine. Se sentir um cheiro de óleo dentro da cabine do veículo é um enorme sinal de alerta. Geralmente, o odor é forte e significa que há um vazamento. No entanto, este odor também pode ser misturado com o cheiro de gases ou gases de escape. Isso indica que seu veículo está superaquecendo e o óleo está queimando na área de escape.

Troque o filtro. Essa é boa e ninguém faz. Sempre que trocar o óleo lubrificante do motor, faça a substituição do filtro de óleo também. Isso porque no filtro velho fica depositado restos do lubrificante usado, e pode se misturar com o novo ingrediente e prejudicar o serviço.