Meu animal: Na estrada com o seu pet

Meu animal: Na estrada com o seu pet

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 05/02/2019
A coluna Meu animal é escrita por Ana Julia L. Cagnassi, Médica Veterinária formada pela Universidade Metodista de São Paul
A coluna Meu animal é escrita por Ana Julia L. Cagnassi, Médica Veterinária formada pela Universidade Metodista de São Paulo

As festas de fim de ano trazem sempre muita alegria, harmonia e aproximam amigos e familiares. Devido às festividades, muitas pessoas decidem viajar e levam consigo os seus pets, afinal, são membros da família!

Você sabia que existem várias coisas que você precisa se lembrar antes de viajar com o seu bichinho de estimação?

Veja abaixo a lista que nós criamos para ajudar nos preparativos! Siga as dicas e aproveite para descansar neste fim de ano, e é claro, na companhia do seu melhor amigo.

– Separe previamente tudo que o seu pet precisa e usa no dia a dia! Como seus potinhos de ração e água, ração seca e úmida, biscoitos, caminha, cobertor, coleira, guia e produtos para a higiene, como shampoo, condicionador, banho a seco e perfume.

– Se o seu destino for um lugar muito quente, é necessário tomar alguns cuidados especiais. Informe-se previamente com um Médico Veterinário da sua confiança sobre proteção solar e medicamentos contra parasitas. Lembre-se de levar protetor solar e tomar muito cuidado com a exposição ao sol, pois os pets também sofrem com o calor forte e piso quente, que pode queimar e causar desconforto nas suas patas e pelos.

– Vai viajar de carro? Nunca deixe o pet solto dentro do carro. O recomendado é utilizar uma caixa de transporte adequada ou, para cães, um cinto de segurança próprio. Antes de colocar o pé na estrada, passeie com o seu pet para que ele faça suas necessidades. Se o seu cãozinho não estiver acostumado a andar de carro, evite fornecer qualquer tipo de alimento seis horas antes da viagem, para que ele não enjoe. Não deixe o seu cão ficar com a cabeça fora da janela, por mais que ele queira, tanto pelo risco de quedas em freadas bruscas quanto por riscos de otite ou contato com objetos.

– Para evitar o estresse e o desconforto do seu melhor amigo, evite mudar sua rotina quanto a horários de alimentação, passeios, brincadeiras e etc.

– Sempre leve a carteirinha de vacinação do seu pet e não deixe de visitar o Médico Veterinário antes da viagem para colocar em dia suas vacinas, vermifugação e anti-pulgas/carrapatos.

E depois de tudo isso, não deixe de brincar e se divertir muito com o seu pet. Aproveite este momento para criar laços e vivenciar momentos inesquecíveis juntos.