PSA Peugeot Citroën expande linha de VUCs

PSA Peugeot Citroën expande linha de VUCs

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 05/02/2019

Hits: 7

Como era esperado, mas sem fazer nenhum alarde, a PSA Peugeot Citroën coloca no mercado os novos modelos Citroën Jumper e Peugeot Boxer, ambos na versão furgão. Os novos VUCs compartilham da mesma plataforma e preços de lançamento, que chegam com valor promocional de R$ 117.171,60 e depois será vendido por R$ 139.490. Cada um com sua assinatura própria, é claro.

Vamos falar um pouco de cada um dos novos furgões, começando pelo Citroën Jumper, que traz volume de 13m³ e capacidade de carga de 1.667 Kg, podendo ser utilizado em várias aplicações. O modelo vem para se juntar à gama de furgões da marca, que começou com o Jumpy e o pequeno Berlingo.

O design do modelo é moderno, com linhas de fluidez e robustez ao mesmo tempo. Os faróis ganharam novo formato e combinam bem com amplos para-choques na dianteira, sempre com o DNA marcante da Citroën. O novo grupo ótico traseiro fica em uma posição alta e vertical.

Prático e funcional, com tamanho bom para diferentes tipos de negócios e uma porta lateral deslizante com 1.562 mm, que permite acesso fácil ao compartimento e a colocação de materiais por meio de empilhadeiras. Já as portas traseiras têm ótima abertura de até 270°, que facilitam o carregamento e os movimentos ao redor do veículo.

O Jumper oferece múltiplas possibilidade de transformação da carroceria para atender às necessidades de todos os tipos de negócio, como os segmentos de logística, oficina volante, medical service (ambulância e remoções), acessibilidade, escolar etc.

A cabine do Novo Citroën Jumper foi reformulada, oferecendo conforto e ergonomia ao transportador, tanto por conta da posição de dirigir quanto da alavanca de troca de marchas situada no painel de instrumentos. O banco do motorista conta com descansa-braços e uma mesinha para escrever ajustável em altura ajuda a operação.

O conjunto mecânico também robusto traz o novo motor 2.0 Turbo Diesel BlueHDi que, segundo a engenharia da marca, alia alto desempenho, baixo consumo de combustível e redução de emissões de poluentes. O resultado é a potência máxima gerada de 130 cv a 3.500 rpm e um torque máximo de 34,7 kgfm a 1.750 rpm.

Para completar, temos a caixa de câmbio manual de seis marchas, um conjunto de suspensões reforçado e adaptado à realidade brasileira, uma direção precisa e progressiva e um sistema de freio superdimensionado.

Entre as tecnologias embarcadas, destacamos o sistema de segurança ESP – Eletronic Stability Program, que atua sobre a estabilidade do veículo e que inclui as funções de Controle adaptativo de carga, o ASR (antipatinagem) e o Assistente de partida em rampa.

 

Peugeot Boxer

Conforme falamos, a Boxer e a Jumper são montadas em cima da mesma plataforma, logo, o tamanho das duas e as capacidades de carga são os mesmos: 13 m³ de volume e mais de 1.600 kg para carregamento. O modelo também se junta aos outros utilitários da marca: a compacta Partner e o Expert, nas opções furgão e minibus.

No mesmo momento em que era lançada a Boxer, o CEO mundial da PEUGEOT, Jean-Philippe Imparato, visitou a sede da empresa, em São Paulo, e destacou a importância do segmento para a marca. “Somos líderes do mercado europeu de veículos utilitários leves e queremos o mesmo protagonismo para o Brasil”, disse.

Segundo o CEO, o furgão se destaca por um motor tecnológico da categoria, que garante desempenho, economia de combustível e baixa emissão de poluentes alinhado com um design belíssimo, baixo custo de manutenção e itens diferenciados de série, como Hill Assist, controle de estabilidade (ESP), controle adaptativo de carga, entre tantos outros.

Impulsionando o furgão está o mesmo propulsor da Jumper, o 2.0 Turbo Diesel BlueHDi, que recebe selo B de eficiência energética do Inmetro. Com uma potência máxima 130 cv a 3.500 rpm e um torque máximo de 34,7 kgfm a 1.750 rpm, o veículo ganha em performance, agilidade e economia.

A Peugeot caprichou no visual do modelo, que vem arrojado e linhas que remetem a uma identidade forte e moderna, sempre lembrando o lado felino da marca, por conta de faróis halógenos com regulagem de altura.

Na traseira, podemos destacar o emblema da marca e a nova assinatura luminosa, mais moderna e funcional. As portas traseiras também contam com abertura de até 270º e a porta lateral deslizante tem 1.562 mm, que facilita o acesso ao compartimento de cargas, além de carregamento de materiais por meio de empilhadeiras.

A van chega também com elementos tecnológicos que ajudam na segurança e conforto, como o sistema Hill Assist, Controle de Estabilidade (ESP), entre outros recursos. Ambas as marcas oferecem diversos serviços de pós-vendas para os transportadores se sentirem mais seguros após a compra do veículo.