Reajustes na renovação dos seguros?

Reajustes na renovação dos seguros?

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 03/03/2017

Hits: 7

A coluna Seguros é escrita por Fernanda Souza, consultora em seguros com pós graduação em Previdência pela FGV
A coluna Seguros é escrita por Fernanda Souza, consultora em seguros com pós graduação em Previdência pela FGV

Assim como todas as contas aumentam ano a ano, as apólices de seguro também têm seus reajustes anuais. Se fizermos um cálculo do aumento de tudo o que consumimos mensalmente, comparando os custos dos mesmos produtos de um ano atrás, não é difícil nos surpreender com um percentual bem acima do estabelecido pela inflação, que é divulgado pelo governo, pois sabemos que esta inflação divulgada é média e não baseado no nosso consumo individual.

Cada produto tem sua base para fomentar seu reajuste, as apólices também têm as suas, que basicamente oscilam de acordo com a sinistralidade – valor pago em indenizações aos segurados na utilização dessas apólices – junto com o aumento dos custos dos serviços. No seguro saúde, por exemplo, existe a revisão anual da tabela médica hospitalar – tabela de custos que os profissionais credenciados às seguradoras recebem de acordo com o atendimento feito ao segurado pelo plano de saúde – autorizado pelo órgão que fiscaliza este ramo, a ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Confira a média de reajustes de alguns seguros nos últimos três anos, baseado nos estudos dos custos para renovação das principais seguradoras nacionais, sem considerar bonificações, e repasse de sinistralidade individual:

As bonificações são descontos aplicados nas renovações de seguros de automóvel e imóvel, descontos que aumentam por período sem utilização das coberturas da apólice. Os serviços 24 horas como assistência em chaveiro, guincho etc, caso utilizados não interferem nesta vantagem.

O segurado ao utilizar coberturas do seguro ou ao solicitar cobertura para um terceiro prejudicado por ele através do bem segurado, na renovação deixa de avançar uma classe desse bônus e perde a ultima conquistada.

Seguros 2014 2015 2016
Saúde

(Contratação individual)

9,65% 13,55% 13,57%
Automóvel 5,7% 8% 4,9%
Incêndio (imóvel) -4,38% -5% -6,42%

Os repasses de sinistralidade são mais visualizados em apólices de grupo de pessoas, quando o aumento da utilização daquela apólice gera um repasse deste índice nela mesma, na forma de um dos itens que compõe o reajuste total do ano.

É importante entendermos também que o posicionamento cultural local acaba influenciando em questões como estas, às vezes positivamente, às vezes negativamente. Infelizmente quando, o comportamento de uma forma geral não é construtivo em relação ao bem coletivo, o custo disso retorna individualmente.

 

Tabela na pagina