Gastronomia sobre rodas

Gastronomia sobre rodas

Posted by: Carolina Vilanova
Em: 04/03/2016

Os Food Trucks se tornaram uma ótima opção de empreendedorismo no ramo da alimentação: comida boa e de qualidade sobre quatro rodas em qualquer lugar da cidade

Texto: Carolina Vilanova  | Fotos: Divulgação

A ideia de vender refeições na rua não é nada nova, mas a iniciativa de qualificar essa atividade dando a ela uma ambientação mais estruturada, versátil e, diria até, sofisticada, isso sim é novidade, que chegou com a onda dos Food Trucks.

implementos2_446X400

Empresas de renome no segmento de customização de veículos é claro que aproveitaram a onda para se destacar e o resultado é uma variedade de cores e sabores pelas ruas de cidades do mundo inteiro, e nas nossas capitais não foi diferente.

Uma dessas empresas é a Truckvan, com mais de 20 anos de experiência em adaptações, e que passou a fabricar food trucks de acordo com a solicitação de cada cliente e a necessidade de cada projeto.

“Todos os nossos modelos seguem um padrão de qualidade e possuem ART (anotação de responsabilidade técnica), que atende à todas as normas exigidas de segurança, vigilância sanitária e boas práticas”, afirma Romulo Jesus, responsável pela área comercial de food trucks da Truckvan.

Até o final de setembro, por exemplo, a empresa já entregou 47 food trucks e estava com 23 modelos em produção, para isso destinou uma equipe de especialistas para aumentar sua produção e oferecer os caminhões em uma média de 60 dias corridos, após a aprovação do projeto. A empresa conta com especialistas em engenharia, elétrica, hidráulica e mecânica, além disso, todos possuem sistema com sensor sonoro que detecta qualquer tipo de vazamento de gás.

Outra empresa que resolveu embarcar na onda dos food trucks foi a FAG Brasil Veículos Especializados, já que conta com expertise em transformação e adaptação de carros para atender não somente as áreas de comida, mas em vários empreendimentos móveis.

Gastronomia sobre rodas
Gastronomia sobre rodas

Como montar um Food Truck

Podemos definir Food Truck como uma cozinha móvel, que transporta e vende alimentos, de forma itinerante, geralmente em furgões, camionetes ou caminhões adaptados.

De acordo com o SEBRAE, a infraestrutura necessária deve ser planejada para poder atender às necessidades de preparação e comercialização dos alimentos, segundo às exigências da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) municipal e estadual, Prefeitura, Denatran (Departamento Nacional de Trânsito e Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

O instituto elaborou a publicação “Food truck: modelo de negócio e regulamentação” para ajudar o empresário interessado nesse tipo de negócio, que aborda modelo de negócio, regulamentação e relação entre ambulantes e restaurantes. Para acessar, entre no site: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/Food-Truck:-uma-nova-tendencia

Em relação ao investimento, dependendo da tecnologia utilizada pode chegar ao montante R$ 200 mil. “O cliente fica responsável pela compra do veículo e dos equipamentos de cozinha. A Truckvan apenas indica algumas empresas, mas o empreendedor tem total liberdade para escolher o que for mais viável para a sua necessidade”, diz Romulo.

implementos4_446X400

Em São Paulo, por exemplo, existe uma lei que regulariza o comércio de comida de rua foi aprovada pela Prefeitura. A lei nº 15.947/2013, sancionada pelo prefeito Fernando Haddad, dispõe sobre as regras para comercialização de alimentos em vias e áreas públicas, permitindo a venda de comida na cidade em furgões, carrinhos e barracas desmontáveis.

Então, com o custo de R$ 75 a R$ 85 mil é feita a customização do baú de alumínio da Truckvan e a instalação dos equipamentos de cozinha, instalação elétrica, sistema hidráulico e instalação de gás. Mais o valor do veículo em si, que gira na casa dos R$100 mil, e somado aos valores de R$ 15 a 60 mil para aquisição dos equipamentos de cozinha de acordo com a necessidade de cada projeto.

Esse valor pode ser pago das seguintes maneiras: Cartão BNDES (em até 48x), Finame, Cartão de crédito (em até 6x), Boleto bancário (em até 5x) e Entrada mínima à vista: 40% sobre o valor do baú.

Na Fag Brasil, o custo é mais ou menos o mesmo. “No caso dos food trucks, o valor pode variar entre R$ 70 mil e R$ 110 mil, já com todos os equipamentos necessários”, afirma Gislene Gonçalves Viana, sócia da FAG Brasil Veículos Especiais, que complementa que o valor do automóvel não está embutido neste preço.

implementos5_446X400

Vantagens do negócio

É claro que antes de partir para a aventura de ter um food truck, o empresário deve estudar o mercado, pesquisar bastante sobre que comida irá servir, quais serão seus diferenciais, quais equipamentos irão atender as necessidades do empreendimento e, principalmente, saber se planejar.

“Além disso, é essencial que o empresário seja cuidadoso na escolha do fornecedor/fabricante do food truck, pois deve se atentar principalmente com a segurança geral e contra vazamentos de gás, que têm potencial para provocar acidentes graves, portanto é fundamental que se escolha empresas com estrutura de engenharia e de fábrica compatíveis e que possuam as homologações dos órgãos fiscalizadores”, afirma Romulo.

implementos6_446X400

“Há várias vantagens em possuir um negócio itinerante, como poder ir onde o cliente está. É possível explorar mercados locais diversificados e acompanhar eventos na região. O alto preço de aluguel de imóveis comerciais também torna atraente a opção de empresa sobre rodas”, comenta Gislene.

implementos7_446X400

Romulo também acredita no sucesso deste tipo de empreendimento. “O brasileiro sempre teve vontade de empreender e o food truck proporciona diversas facilidades. Com cerca de R$ 200 mil, você consegue ser dono do seu próprio negócio e não precisa pagar o aluguel de um estabelecimento fixo. Além disso, você precisa de um número reduzido de funcionários, no máximo 6, e pode ir com seu food truck em diversos eventos, conquistando cada vez mais públicos diferentes, promovendo a sua comida e, consequentemente, a sua marca”, finaliza.

De acordo com estudo da consultoria Vecchi Ancona, o negócio em gastronomia móvel deve movimentar R$ 2 bilhões no País em 2015. Com a lei sendo regulamentada nas outras capitais, o segmento de food trucks irá crescer ainda mais nos próximos anos. Hoje, segundo o Guia Food Truck nas Ruas, existem mais de 150 restaurantes sobre rodas em ação em São Paulo.

implementos9_446X400

Food Truck na TV

A Truckvan fabricou as cozinhas móveis que foram usadas para a disputa da primeira e segunda edições do reality show Food Truck – A Batalha, transmitido pelo canal GNT. Para as gravações, nós disponibilizamos duas unidades padrão que temos para locação. Por serem equipados como uma cozinha bem completa com fogão, chapa e fritadeira industriais, forno combinado, balcão refrigerado e frigorificado, os food trucks atenderam completamente à necessidade do projeto, que era variar chefs de cozinha e cardápio a cada episódio. Além disso, fez a reforma da kombi do Samuca’sDog para o quadro Lata Velha, do Caldeirão do Huck.

implementos8_446X400